O eritema pérnio, perniose ou “frieiras”, são lesões não congelantes da pele, que aparecem preferencialmente nos dedos dos pés e mãos, e áreas expostas da face. Ocorrem com maior frequência em crianças e mulheres e em países com climas frios e húmidos.

Clinicamente, o eritema pérnio caracteriza-se por placas violáceas que aparecem no inverno. Ao aquecer as lesões, estas adquirem uma cor vermelha mais viva. Existe prurido e ardor intenso. Em alguns indivíduos, com escassa higiene, podem ulcerar-se.

Conheça outros tipos de eritema:

(Saiba mais sobre: Eritema Nodoso – Tratamento, Causas e Sintomas).
(Saiba mais sobre: Eritema Fixo Medicamentoso – Tratamento, Causas e Sintomas).
(Saiba mais sobre: Eritema Multiforme (Eritema Polimorfo)).
(Saiba mais sobre: Queimadura Solar (Eritema Solar)).

Causas

É causado pelo frio.

Sintomas

– Prurido (coceira).
– Ardor intenso.
– Descamação da Pele.

Tratamento

– Evitar a exposição ao frio e humidade nas mãos e nos pés.

– Manter os pés e as mãos quentes e secos.

– Não fumar.

– Limpar cuidadosamente as lesões com sabão suave e secar correctamente.

– Proteger de traumatismo.

– Não aplicar calor nem massajar os tecidos afectados.

– As frieiras são benignas e autolimitadas, melhorando ao fim de 3 semanas, ainda que, em idosos com exposição contínua aos factores desencadeantes, possam tornar-se crónicas.

Tratamento farmacológico

– Apenas a nifedipina em comprimidos de libertação prolongada, 30 mg/1 vez ao dia tem estudos que comprovam a sua eficácia.

– As outras terapêuticas, como a pentoxifilina 400 mg 2-3 vezes ao dia, carecem de ensaios que justifiquem a sua utilização.

– Eventualmente, pode proceder-se a corticoterapia tópica.

Fotos de Eritema Pérnio

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here