O eritema, ou exantema fixo medicamentoso, é uma erupção que se caracteriza por mancha eritematopigmentar, redonda ou oval, bem delimitada, que recidiva sempre no mesmo local, mesmo que apareçam novas lesões simultaneamente em outras áreas. É de aparecimento muito precoce, 3 horas após a utilização de um fármaco. O doente relaciona a lesão com a medicação, tornando o diagnóstico simples.

Morfologicamente, o quadro clínico é constituído por placas urticariformes arredondadas, muito pruriginosas, localizadas em qualquer zona cutânea. O processo começa com uma lesão papulosa que após 3 ou 4 dias perde a cor rosada e aplana-se, adquirindo uma tonalidade castanha escura. Evolui espontaneamente para a cura, recidivando cada vez que se administra o medicamento. Essas lesões podem ocorrer em qualquer parte do corpo, incluindo a área genital e perianal.

Conheça outros tipos de eritema:

(Saiba mais sobre: Eritema Multiforme (Eritema Polimorfo)).
(Saiba mais sobre: Queimadura Solar (Eritema Solar)).
(Saiba mais sobre: Eritema Pérnio (Frieira)).
(Saiba mais sobre: Eritema Nodoso – Tratamento, Causas e Sintomas).

 

Eritema fixo medicamentoso

Neste Fórum Abordamos os Seguintes Tópicos

 Causas

A sua causa provavelmente pode ser alérgica, no entanto não está totalmente esclarecido. Qualquer fármaco pode causar eritema fixo, mas, os principais responsáveis são os salicilatos, sulfamidas, tetraciclinas, fenilbutazona, barbitúricos, anovulatórios, meprobamato.

Sintomas

– Febre.
– Mal estar.
– Dor abdominal.

Os sintomas podem variar de pessoa para pessoa.

Tratamento

O tratamento consiste em eliminar a causa, tomar anti-histamínicos e usar corticóides tópicos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here