O corno cutâneo é um nome descritivo para uma lesão que pode corresponder a patologias de base, com terapêuticas e prognósticos diferentes. O corno cutâneo é um cancro de pele e aparece em zonas expostas á luz solar localizando-se com frequência na face, particularmente no pavilhão auricular, nariz, couro cabeludo, lábio, dorso da mão e antebraço.Habitualmente, a patologia que subjaz é de carácter benigno, especialmente no grupo de idade inferior a 70 anos.

As lesões benignas que se associam com maior frequência são queratose seborreica e as verrugas vulgares. No entanto, 20% dos cornos cutâneos associam-se a malignidade, mas em utentes com mais de 70 anos ascende a 65%, sendo considerado actualmente um verdadeiro carcinoma espinocelular  muito diferenciado e não invasivo. Por esta razão, o estudo histopatológico deve fazer-se em todos os cornos cutâneos. (Veja: Fotos de Carcinoma Epidermóide ou Espinocelular).

Neste Forum Vamos Descrever os Seguintes Tópicos

Causas

A radiação ultravioleta é o principal causa.

Tratamento

É conveniente proceder à curetagem dos cornos cutâneos, não só para que não sejam um incómodo, como também por motivos estéticos e porque são lesões pré-cancerosas. Se existe endurecimento da base, este pode sugerir a existência de um carcinoma espinocelular subjacente, pelo que o seu exame histopatológico é sempre obrigatório, como já dissemos anteiormente. Deve encaminhar-se ao dermatologista.

Fotos de Corno Cutâneo