A balanite e a balonapostite correspondem à inflamação da mucosa da glande do pénis, designando-se balanite, podendo afectar também o prepúcio denominando-se balanopostite ou candidiase  masculina ou peniana. Clinicamente, observa-se uma mucosa eritematosa, coberta por um exsudado espesso nas fissuras, especialmente no bordo do prepúcio, que produz prurido e ardor.

A inflamação pode ser devido a uma infecção (tipo bacteriana , fúngica ou viral ), mas também poderia ser devido ao uso indevido de sabonetes (irritante). Além disso,a  balanite pode ser um sintoma de outras doenças inflamatórias ou dermatológicas, como artrite reactiva e liquen esclorosoA falta de ventilação e de higiene no pénis pode provocar esmegma (secreção que se acumula entre o prepúcio e a glande do penis), que pode dar origem ao desenvolvimento de inflamação e edema.  A multiplicidade de causas faz com que seja necessário um tratamento específico para cada uma delas. 

O liquen escloroso conhecido também como balanite xerótica obliterante é uma doença de pele de carácter inflamatório e crônico. Não há nenhuma causa conhecida. A balanite xerótica obliterante  é semelhante a outras doenças dermatológicas, tais como a psoríase ou esclerodermia com patogénese autoimune.

Durante muitos anos  pensou-se que a causa da balanite xerótica obliterante fosse a consequência de infecções sexualmente transmissíveis, no entanto foi descoberto liquen escloroso também em crianças, e logo foi excluída essa hipótese. A balanite xerótica obliterante pode afectar qualquer zona cutânea, mas sobretudo a zona genital é a mais afectada. Normalmente as mulheres são mais afectadas com esta doença do que os homens. O numero de casos desta doença tem vindo a aumentar nos últimos anos.

Neste Fórum Abordamos os Seguintes Tópicos

Causas (Etiopatogenia)

A etiologia mais frequente é a infecção por candida albicans, em doentes que estiveram em contacto com mulheres infectadas por candidíase vaginal. A diabetes facilita o aparecimento e a manutenção da balanite. Podem existir outras causas menos frequentes de origem alérgica, traumática e outras.

Sintomas

– mancha vermelha na glande.
– dor, irritação e coceira (comichão).
– fluxo sobre o prepúcio (pode ocorrer, alguns dias após a relação sexual).
– edema da glande com ulcerações (perda de substância da pele).

Tratamento

Lavagem ou imersão do pénis em água fria de camomila ou solução salina normal (1 colher grande de sal comum em 500 cc de água) durante 10 minutos, 2 vezes ao dia, durante 1 semana. Fará desaparecer o problema em 80-90% dos doentes. Se problema reaparecer, o tratamento pode ser repetido.

Tratamento farmacológico

– Se o doente é diabético ou existem cândidas depois da imersão em solução salina, dever-se-á aplicar antifúngicos em creme (por exemplo, cotrimazol), 2 vezes ao dia, durante no mínimo 2 semanas ou até à remissão dos sintomas.

– Se os sintomas são intensos, optaremos por fazer tratamento oral do utente e da companheira com imidazóis (por exemplo, fluconazol, 150 mg, monodose).

– Se nenhuma destas medidas for eficaz, deve fazer-se um exsudado uretral. Se o resultado for positivo para anaeróbicos ou Gardnerella vaginalis, trata-se com metronidazol oral, 500mg, 2vezes ao dia, durante 10 dias. Também deve tratar-se a companheira sexual do doente.

8 COMENTÁRIOS

  1. ola meu nome é carlos tenho este problema a 3 meses ja fiz tudo isto mas no começo cura mas depois senpre volta o que devo fazer ja não aguento + isto. ? espero sua resposta

    • Carlos boa noite, também estou com o mesmo problema, já usei pomada troc g + tarfic a primeira vez, melhorou mais voltou, tomei 17 dias prednizona mais pomada driposone , melhorou mais voltou.. estou querendo curar meu problema, se alguém puder ajudar, e Carlos se puder postar ai qualquer solução que tenha resolvido para você ..

    • Querido, talvez o problema seja resolvido de modo cirúrgico, será que talvez você possua um prepúcio avantajado?
      O caso é recorrente em portadores de fimose, pois não conseguem expor a glande (Cabeça) do pênis por completo para higienizar.
      Já que o problema persiste é melhor buscar auxílio médico, porém me parece ser uma balanite atípica.

      Melhoras!!!

  2. Eu também tive balanopostite recorrente (seguidas inflamações da glande e do prepúcio) durante alguns anos. Sou casado, minha esposa faz o exame ginecológico preventivo regularmente, nunca fui promíscuo, sempre tive boa saúde, não tenho fimose (meu prepúcio pode ser retraído com facilidade, permitindo a completa exposição da glande) e sempre achei que era adequada a higiene diária que eu fazia no pênis durante o banho (confesso que às vezes eu até exagerava na higiene), até o problema aparecer. Por um longo período da minha vida (quase 10 anos!) eu usei sabonete antibacteriano em todo o corpo durante o banho (protex, lifebuoy, dettol etc.), o que só recentemente eu descobri ter sido um erro. Bem, nos últimos dois anos fui a urologistas e dermatologistas e cada um prescreveu um tratamento diferente para a minha balanopostite: uso de cremes no local afetado (baycuten, permut, quadriderm, cetoconazol) e comprimidos por via oral (fluconazol, itraspor, cetoconazol), às vezes associados. Infelizmente nada resolveu o problema em definitivo. Por fim, meu problema está totalmente sob controle há alguns meses, simplesmente através da lavagem frequente do pênis (3 a 6 vezes por dia, lavando glande e prepúcio) apenas com sabonete de glicerina feito em farmácia de manipulação, seguida de imediata secagem com gaze estéril ou papel toalha sem tinta nem perfume (não pode ser aquele papel que fica no banheiro, pois está contaminado com o aerossol que se forma a cada descarga do vaso sanitário). Na impossibilidade do uso da água corrente do chuveiro (quando for usar um banheiro fora de casa, por exemplo), é possível utilizar lenços umedecidos à base de água para recém-nascidos (sem fragrância, sem detergente e com o mínimo de substâncias, para não irritar ainda mais a pele!). Basta esfregar suavemente um lenço umedecido com o sabonete de glicerina na glande e no prepúcio e em seguida passar outro lenço umedecido para “enxaguar”, secando imediatamente. Quando o lenço não é umedecido o bastante, eu molho antes com um pouco de água limpa (da torneira mesmo). Só não posso vacilar e deixar de fazer o tratamento, nem mesmo por um dia. Não decidi fazer esse tratamento por minha conta e risco: o último urologista que me atendeu prescreveu esse tratamento simples com sabonete de glicerina e felizmente tem funcionado muito bem. Ele examinou o meu pênis, conversou bastante comigo para levantar cuidadosamente o meu histórico e me pediu alguns exames para avaliar minha saúde e descartar outras doenças. Segundo ele, em situações normais o uso diário de sabonetes antibacterianos é indicado no máximo para as mãos, pois esses produtos podem destruir ou desequilibrar a flora normal que existe na pele, permitindo o desenvolvimento exagerado de alguns germes patogênicos devido à falta de “competição” por recursos. Da mesma forma, ele disse que o uso indiscriminado de certos medicamentos pode ter o mesmo efeito. Ele explicou também que depois de todos os tratamentos que eu já tinha feito com outros médicos, se o tratamento apenas com o sabonete de glicerina não desse certo eu teria que considerar a realização de uma postectomia (cirurgia para retirada completa do prepúcio, também chamada de circuncisão), apesar de eu não ter fimose. Não sou médico e entendo que cada caso deve ser avaliado individualmente por um profissional habilitado e qualificado, pois cada condição requer um tratatamento específico. Apenas deixo aqui o meu longo relato para servir de orientação: mais importante que o uso de medicamentos (que nem sempre serão necessários ou úteis) é ser atendido com paciência e atenção por um bom médico.

    • Parabéns pela sua informação. Pois estou muito ruim faz 1 mês com balonite. Meu grande ta vermelho e sai a pele sei lá To tomando antibiótico e pomada por 7 dias. Tomara que fique bem pois sofre muito ainda pra ajudar tenho herpes.

  3. Solução duradoura…
    Boa tarde, gostaria de oferecer minha ajuda sobre este problema. Por 7 anos tive o mesmo problema com a balanite. Meu pênis apresentava vermelhidão, irritação, ardia e formava pequenos cortes. O sexo se tornou uma tortura e sempre voltava após meses de diferentes tratamentos. A escamação era difícil de aguentar.
    O que vou sugerir, deu certo para mim e faz quase um ano que nunca mais tive nada. Eu fazia dois procedimentos diários. E não foi fácil e tem que seguir os passos para as chances de solução serem reais.
    Nos dois primeiros dias eu passei tintura de iodo para curar as rachaduras… arde que é o inferno, mas fiz dois dias, duas vezes cada um, pela manhã e pela noite. E abana, porque arde mesmo.
    No terceiro dia eu comecei a lavar, pela manhã, com água apenas, limpava bem as sujeiras e enxugava com papel, sempre com papel, desde o início, e logo após passava um spray antisséptico a base de digluconato de clorexidina e deixava secar ao natural com a glande exposta, passando depois uma pomada creme de cloridrato de terbinafina 1%. A noite, no mesmo dia eu deixava o pênis mergulhado, durante o banho, numa solução de um comprimido de permanganato de potássio com água, por 10 minutos. Ao sair do banho, sem enxaguar a solução da glande, secava com um papel e passava novamente a pomada que usei pela manhã.
    Fiz isso durante 10 dias. Nunca mais apareceu! Funcionou para mim, mas nunca se sabe se vai funcionar para os outros da mesma forma. Mas é uma dica particular do meu caso.
    Boa sorte, abraço.

  4. Pessoal, a água salina também é uma ótima forma de tratamento, também lavar, ou emergir a glande em chá de aroeira ajuda muito.

    Vale ressaltar que pessoas que fazem uso constante de sabonetes tipo protex ou assépcia são mais propícios a ter esse tipo de problema, pois eles destroem as bactérias benéficas, que são a primeira linha de defesa do nosso organismo.

    Vale ressaltar também que existe a balanite por fricção, ou seja, pessoas que se masturbam ou fazem relações sexuais várias vezes ao dia ou com muita intensidade podem desenvolver essa espécie de inflamação.

    Cuidando melhor do nosso amiguinho garantiremos um companheiro para a vida toda!! =)

  5. Olá pessoal
    Tive estes mesmos problemas, como o meu deu fissuras no prepúcio e ficava bem avermelhada e brilhante tornando visualmente a pele bem frágil, daí como eu sou hipocondríaco e Morro de medo de médicos, fui pra Internet
    As características são totais de balanoprostatite
    Daí usei durante quatro dias a pomada cetobeta e tomei metronidazol
    Voltou a cor normal e sumiu todos os sintomas graças a Deus

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here