O angioma é  uma proliferação de vasos sanguíneos dérmicos, consistindo em dilatações dos vasos preexistentes ou aumento do número de vasos dérmicos localizados numa região.

angioma

(Veja também a nossa galeria de Fotos de Angiomas (hemangiomas).

Classificam- se morfologicamente em:

Angioma Plano

O angioma plano também conhecido como mancha vinho do porto consiste numa superficie plana, lisa, rosa palido ou vermelho que aparecem principalmente no pescoço, pálpebras e na testa (normalmente são marcas de nascença).  Ao contrário de outros hemangiomas, estes não são tumores, mas sim capilares dilatados e congestionados. Em 99% dos angiomas planos localizados  na cara,  desaparecem após o primeiro ano de vida.

Angioma Tuberoso

O angioma tuberoso também conhecido como angioma morango consiste em lesões protuberantes formadas pela a acumulação de vasos sanguíneos de pequeno calibre. A evolução habitual deste tipo de angiomas, são crescer durante o primeiro ano de vida, tendo depois uma regressão lenta, ao ponto de muitas vezes desaparecem por completo ou quase por completo.

Angioma Cavernoso

O angioma cavernoso consiste num grupo de vasos sanguíneos anormais, que se encontram localizados no cérebro, na medula espinhal (medula espinal) e com menos frequência, em outras partes do corpo. Este angioma também é conhecido por hemangioma Cavernoso, e má formação cavernosa cerebral. O angioma cavernosao típico é semelhante a uma framboesa, no entanto  o seu tamanho pode variar.

Este angioma é composto por várias cavidades (bolhas) de várias dimensões, cheias de sangue e cobertas por uma camada especial de células (chamadas de endotélio). Estas células são  semelhantes ás células, que revestem os vasos sanguíneos normais, a diferença é que as bolhas do angioma cavernoso perdem sangue  e carecem do revestimento (capa), que se encontram nas paredes dos vasos sanguíneos normais. O angioma cavernoso pode causar convulsões, sintomas de acidente vascular cerebral, hemorragias e enxaquecas (dores de cabeça).

Os mais frequentes na consulta do médico de família são:

– Mancha em vinho do Porto, também chamado angioma plano, que ao contrário de outros angiomas não tem tendência a regredir de maneira espontânea. Nas crianças, com o crescimento, a zona afectada tem tendência a aumentar de tamanho fisiologimente com o crescimento fisioiógico da pele circundante. Existe uma variedade de angioma plano chamada nevus flammeus ou mancha salmão que aparece em 1/3 dos recém-nascidos, localizado habitualmente na região occipital, na região frontal ou pálpebras; é congénito e costuma regredir antes do terceiro ano de vida.

– Hemangioma capilar infantil, também chamado angioma morango, que corresponde morfologicamente a um angioma tuberoso, de aparecimento congénito, apresentando um crescimento progressivo nos primeiros meses até estabilizar e regredir de maneira espontânea,  habitualmente antes dos 6 anos.

Causas (Etiopatogenia)

São produzidos pela neoformação congénita ou tardia de vasos capilares, arteriolares ou venulares.

Tratamento

O tratamento está  condicionado pela apresentação clínica, dimensões e localização do agioma.

Os angiomas planos extensos não têm tendência a regredir de maneira espontânea, pelo que devemos encaminhar ao dermatologista, já que actualmente se dispõe de tratamento satisfatório nos angiomas planos com laserterapia.

Os angiomas tuberosos têm tendência para regredir espontaneamente, impondo-se uma atitude expectante.

Para os angiomas cavernosos com malformações vasculares coexistentes, a cirurgia e a laserterapia são possiveis tratamentos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here